CONFUNDIR-SE É UM ERRO. CONFUNDIR É PRECEITO DE TALENTO INCOMPREENDIDO.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Amnésia



Até que provem o contrário
Não estou aqui
Nunca estive
Acredito!
Acredito acreditar
E por fim afirmo
Aqui não devo estar
E não duvido
Pois não me lembro.

Luiz Renaux (postumum)

20 Comentarios:

Marlon Faria disse...

Muito bom..
poesia é mesmo fantástico!

Melisseira (♥) disse...

Oi Adorei seu blog !
Beijos do Blog Sonhos em Plastico ...
http://sonhosemplastico.blogspot.com/

Mesquita! disse...

Legal a poesia, e muito legal o Blog :D

Gabriela Sayour disse...

Bela poesia (:

Elmo da Vinci Zaratustra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elmo da Vinci Zaratustra disse...

A verdadeira arte de um confundido!
Parabéns meu velho!
Você faz falta!

MR disse...

Se eu não lembro é pq não fiz.... certissimo.. rs

Obrigada pela visita!
Seu blog tb é muito bom, com postagens ótimas, bem escritas e que sempre nos fazem pensar.
Parabéns, sucesso p vcs!
E voltarei sempre para uma visita!
Abraços

juliana disse...

Esse aí tá confundido de verdade!!!

Pobre esponja disse...

Lembra muito Leminski.

abç
parabéns
Pobre Esponja

wellingtonmudo disse...

Se a ideia era fazer eu não enteder nd, parabéns conseguiu rsrsrs

Mt Show, Entre no meu blog, se gostar siga
sulpampa.blogspot.com

vou te seguir

Jeffew disse...

Esse poema faz uma comparação entre loucura e realidade.Adorei.

Gossip e Poisons. disse...

ameei *-*

DaN... disse...

Simples, porém complexo.

Victória Andressa disse...

Muito bom o poema, em primeira mão parece até que é simples, um poema qualquer. Mas se você prestar atenção mesmo e desvendar o que sai de dentro é incrivelmente complexo. Parabéns, poeta. Adorei o blog!


http://tacadesabedoria.blogspot.com

Victória Andressa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Esther Saldanha disse...

O jogo de palavras e seus significados ficou muito interessante. Patabéns mocinho ^^

Guilherme Bayara disse...

Nossa que perfeito!
Fiquei séculos tentando pensar em algo bom pra comentar, mas acho que perdi a memória. (brincadeira a última parte)

Mas realmente não tem como escrever nada além de elogios.

Fatástico!

Palavras Avulsas disse...

Gosto muito de te ler.
Parabéns.

Palavras Avulsas disse...

Já tow seguindo :D

bernard disse...

interessante, com certeza.

Postar um comentário

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." (Michel de Montaigne)
.
Defenda sua opnião