CONFUNDIR-SE É UM ERRO. CONFUNDIR É PRECEITO DE TALENTO INCOMPREENDIDO.

domingo, 20 de dezembro de 2009

Pobre vaidade


I


Ela tinha o caminhar leve dos alcoólatras.
Uma estreita faixa rubra de batom seguia
se alastrando na boca sem dentes: vazia.
Mas sorria ainda, com o sorriso dos hipócritas.

Na alma, moribunda e maltrapilha, a desgracença
nos poros, absorvia a ciência trágica do dia
e no peito, dessa louca, que outrora vadia
fazia assim: um olho na vida, e outro na descrença.

Essa amante dos sibaritas, levou nas costas um peso -
Uma corcunda horrenda e a falta de alguns inúteis dedos.
E na boca uma estreita faixa de batom avermelhado,

com o rosto deformado e as vestes em retalho
engolindo a ânsia d'um coração cuspindo escárnio,
via-se ainda um orgulho de quem já tinha amado.



II

Correspondia a todos os olhares das ruas...
Olhava, sorria, e o peito inchava de orgulho.
Com o sorriso murcho de novo, voltava ao entulho.
E no monturo, que se encontrava, estava ela, nua.

Sobre o reflexo solar: que é a lua, lavava-se.
Retirava as lepras e escárnios do dia imundo.
Mas na boca permanecia ainda o batom rubro
e no olhar o sorriso de posse da vaidade.

Encerrava-se em si mesma, como inseto morto.
Vivendo, assim: a noite gente e de dia estorvo.
E ainda ouvindo gracejos, tais, -"Puta!", "puta"...

Oh! Senhora, ser dos sonhos monstruosos,
ainda assim infla o peito de amores incestuosos...
E sorri ainda para os pobres que te insultas.

Darlan Delarge

19 Comentarios:

Anônimo disse...

bonito poema e tal.

Elmo Freitas disse...

Perfeito!

f� clube metropolitana fm 107,1 disse...

Métricas perfeitas!
Parabéns!!!
E mais uma vez, as prostituas ganham destaques!

Luiza disse...

Bonito poema, inspirada heim...

bjs
luiza
www.oguiadeparis.blogspot.com

Neuro-Musical disse...

Ótimo texto, os detalhes presentes são muito ricos.

http://cerebro-musical.blogspot.com

Betania disse...

muito bem meu amor continue escrevendo assim q vc vai bem lonnnnge so falta o meu poema...beijos sua esposaaaa

Mente Iusionista disse...

cara... Prefiro não comentar.
lembrei completamente das minha aulas de literatura ultraromantica!!
perfeito!!!
Um talento inquestionavel!

Gabriel Alex disse...

Poema bonito :D

Caroll disse...

Adorei o poema!Tem gente que nasce inspirado e vc parece ser um deles!
PArabens!

FelippeOliver disse...

Caramba *-*
perfeito.
se dé passa la no meu depois,é que falando em poesia,gosto muito.
e os textos la postados são todosde minha autoria,assim como os desenhos.

Parabens,
tá lindo *-*

juliana disse...

Adorei o poema!Tem gente que nasce inspirado e vc parece ser um deles! [2]
Parabéns!

juliana disse...

ah! acho q acabei de cometer indigestão
nos peixes!!!
rsrsrsrsrs!!!

thiago disse...

É deprimente a situação dessa pobre moça!

FelippeOliver disse...

Definitivamente,Muito grato.
Cheguei,adorei os textos e ser reconhecido foi sensacional.
Brigado mais uma vez;
e muiito talento à nós!

Adicionarei no orkut,se puder...

corarts disse...

Mto bacana!
Fenomenal!

Avassaladoras Rio disse...

Queridos amigos avassaladores... A poesia de Darlan me remeteu a Camões ... não sei por que... mas senti algo assim.
Não imaginei que um blog com nome de confundidos seria tão bom!

Cyber Brasil disse...

Opa tudo bem tipo vi seu blog em uma comunidade e resolvi visitar.Tipo tenho uma dica para vc, tipo porque vc não passa ele para um dominio profissional gratis, tipo o google indexa mais rapido e vc ganha muito mais visitas, si quiser da uma olhada aqui tem um tutorial passo a passo: http://www.artilhariadigital.com/2009/11/tutorial-configurando-um-dominio-cocc.html

baixar filmes olhaaaa13 disse...

muitoooo bommmm

Pobre esponja disse...

Muito bem feito: destoa disparadamente das poesias blogosféricas - pelo menos as que acesso pela net.

"Joga bosta na Geni"... Lol!

Postar um comentário

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." (Michel de Montaigne)
.
Defenda sua opnião