CONFUNDIR-SE É UM ERRO. CONFUNDIR É PRECEITO DE TALENTO INCOMPREENDIDO.

segunda-feira, 29 de março de 2010

Faminto

Negarais a todos uma esmola?
Essa antropofagia etílica
da natureza que o homem esfola
castiga de forma monstruosa e cínica.

Aos homens enfurecidos
não mais oferece o pão
nem que p'ra isso fiquemos convertidos.
Nem que p'ra isso se peça perdão.

No esvaporido suor, no escaldo sanguinio.
Nem mesmo a visão de Constantino
desmentia, tais teorias ancestrais.

- Faminto morre o homem.
a natureza se eleva à fome
e ele recupera-se nunca mais.

Darlan Delarge

16 Comentarios:

Mazes disse...

É olhando e vendo essas coisas que eu percebo o quando sou mesquinho e nada caridoso para com o próximo.

Espero mudar esse meu defeito!
Tenho trabalhado nesse aspecto.

Imagem forte, tema forte, poema forte, fome forte, dor forte.

juliana disse...

!!!!!
fantastica sua poesia!!!
L-I-N-D-A, e tbm reflexiva!!!
Parabens!!!!!

Elmo da Vinci Zaratustra disse...

Meu caro... Devo admitir que desta vez voce superou-se.
Nunca a humanidade se tao presente em um escrito, quanto neste seu soneto.
Fica aqui as minhas reverencias!!!!

luann disse...

Aprendi, a dizer e a gritar!
Darlan é Fuderoso!!!!

luann

Betania disse...

Incrivel como vc consegui descrever o impossivel em palavras,muito bom muito bom mesmo,a vontade aplicada em cada verso...percebemos q somos um pouco de po no mundo..beijossss

Anônimo disse...

Tocante...

Maria-SE

Admin Futebobeiras disse...

é triste ;\
mas valeu pela poesia

www.futebobeiras.blogspot.com
cada comentário lá é um comentário aqui xD

Macaco Pipi disse...

ê mundão....

Anônimo disse...

PALAVRAS DE UM MUNDO....

Beto

Anna disse...

Duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana.

Daniel Silva disse...

Nosso mundo é cruel. Que cena triste!

IBANEZ disse...

Verdade crua e pura !!

http://deposito66.blogspot.com/

segue no grau !

Fabricio bezerra da guia disse...

que foto triste,me dá uma aflição.vc escolheu bem essa foto pra ilustrar essa bela e reflexiva(acho que é assim que fala)poesia

caroline caiana disse...

Nossa que poema lindo, trite sim, mas tão real, tão tocante, parabéns, ganhou uma fã! vou te seguir1

Jean Leal disse...

Bastante reflexiva!
Adorei!

makesmile disse...

uau que poema profundo ..

Postar um comentário

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." (Michel de Montaigne)
.
Defenda sua opnião