CONFUNDIR-SE É UM ERRO. CONFUNDIR É PRECEITO DE TALENTO INCOMPREENDIDO.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Vi (ou O Sol Sorriu)


Vi um tanque de guerra tomado por flores campesinas.
Cada um cantarolava um hino que aludia à paz.
Vi metralhadoras abdicar de seus projéteis assassinos
Em pleno, campo de batalha.
Vi pólvora se transmutar em farinha não para matar
A vida, que pulsa, mas para matar a fome.
Que corre loucamente em campos de trigos.
Vi porta aviões serem desmontados para se transformarem
Em arados e enxadas para cultivar a terra.
Vi Pachamama, sorri quando a poluição foi retirada de seu ceio.
E de suas águas e toda humanidade pedia perdão por todas
As espécies que foram exterminadas em nome do dinheiro.
Também vi que nesse dia o sol brilhava como nunca ninguém
Havia visto antes, era o sol do paraíso que sorria como.
Uma criança recém nascida.


Eligilvan

14 Comentarios:

Thamyzinha Iwasaki disse...

Seria maravilhoso se esse sonho se tornasse realidade, a sim não teria que passar pelo fim do mundo.

Ítalo Richard disse...

É uma pena que algo tão belo, tão profundamente maravilhoso como o que você escreveu só seja possível no âmbito da poesia e dos nossos sonhos. Quem dera algo assim não se tornasse realidade.

Belíssimo poema, parabéns!

www.todososouvidos.blogspot.com

juliana disse...

Seus escrito reflete bem a II Guerra.
Parabéns!

Mazes disse...

Tudo é possivel. Tudo é possivel. Lindo seu escrito!

Anônimo disse...

!Muito bom!

Artie disse...

Pelo poema. Mesmo. Todo mundo gostaria que isso fosse real, fosse verdade. Mas nem sempre isso é verdade.

Ana Paola disse...

Muito bonita sua forma de escrever, parabéns!
Se quiser, siga:
http://davontadedeler.blogspot.com/

O Amanhã Colorido! disse...

gostei muuuito do texto
Parabéns.

Eligilvan disse...

Valeu pessoal pelos comentários
fico grato

Eligilvan

D. Delarge disse...

digo como ja disse num poema meu "e dispertarei feliz nesse dia augusto"... quase apocaliptico... rsrsr... muito bom msm... parabens companheiro...

Elmo Freitas disse...

Bem profético...
muito bom,meu caro!

Mente Iusionista disse...

Um dos melhores poemas que já li neste blog.
Magnifico!
Parabéns

Tainá disse...

adorei o poema!! quem dera que houvesse paz no mundo msm! sucesso ai!=D

Eligilvan disse...

Valeu novamente pelos comentarios agradeço de coração hermanos poetas e poetisas

Postar um comentário

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." (Michel de Montaigne)
.
Defenda sua opnião