CONFUNDIR-SE É UM ERRO. CONFUNDIR É PRECEITO DE TALENTO INCOMPREENDIDO.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Resgate de mim mesmo


Embalando minha vida.
Papeis transparentes.
Resgatando o sol
que brinca de perder sua luz.

Resgate de mim mesmo.

Revendo sonhos.
Percebendo outras paisagens, 
outros sons astrais a se confundirem com minha 
cápsula imaginária de retenção de energias positivas 
e sempiternas. 

Mundo meu.
Sonho de cor azulada. 
Bola de neve me levando pra longe.
Caminhos que trilho com segurança.

Atento ao outro, 
entregue ao outro, 
tocando o outro.

O outro lado.
A outra esfera.
O outro infinito. 
Outro Eu.

 Autre Avenir.  

8 Comentarios:

Victor Pagani disse...

Bem poétia haha Quem me dera conseguir fazer algo complexo :P Parabéns!

[]'s

Gêsa disse...

Parece que ao mesmo tempo o eu poético esta entregue e salvo. (:

Joyce Kelly disse...

E às vezes precisamos deixar que o nosso outro eu tome o lugar do eu que se mostra, que se exibe... Ele é bem mais verdadeiro.

Abraço.

Elmo Freitas disse...

Belas palavras meu brother Mazes!
Abraços

Victor Pagani disse...

É, eu gostei Mazes :) Parabéns pelo blog! Muito bom...

[]'s

Anônimo disse...

O ápice da energia interna outrora contida.

Bela celebração.

Aninha

Juliane Bastos disse...

Adorei tudo aqui, a imagem do post, as palavras perfeitas, o blog. TUDOOOOO *---*

parabéns !

Pobre esponja disse...

O outro lado. O lado negro da lua. Por aí.
Gosto dos seus textos deveras.

abç
Pobre Esponja

Postar um comentário

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." (Michel de Montaigne)
.
Defenda sua opnião