CONFUNDIR-SE É UM ERRO. CONFUNDIR É PRECEITO DE TALENTO INCOMPREENDIDO.

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Quarto-sentido

Vivendo o mesmo dia.. a dias.
Atrasado.
5...6..horas luz.
Negra.
Pele que me espera.
Na janela.
Que abro e digo que não estou.
Bem.
Que me faz mal.
Secreto.
É meu desejo.
Que me despejo todo no papel.
Branco.
O céu não me anima a sair da casa.
De barro.
Fui feito.
Devagar!
Por que posso cair.
Pelas ruas.
Não quero andar.
Só.
Mente sã.


Luan Ribeiro

10 Comentarios:

Anônimo disse...

De barro.
Fui feito.
Devagar!
Por que posso cair.
Pelas ruas.
Não quero andar.
Só.

---

Lindo!
--
(Maria Eduarda)

Jânio Quadros Notícias disse...

Me lembrou O Teatro Mágico. Gostei do jogos de palavras. Lindo o texto.

http://janioquadrosnoticias.blogspot.com

thiago disse...

Estrutura perfeita!
Parabéns!

Letícia. disse...

quando eu crescer quero ser como vc. haha seu blog está perfeito, parabéns , estou te seguindo, estarei sempre acompanhando os novos posts ;**

Láh/ disse...

Olá!
Bom, não sei qual dos Confundidos comentou no Delírios e Paranóias, mas de qualquer forma, muito obrigada pelos elogios! ^^
___

Luan, cada palavra se liga a outra e com isso, todo um contexto se forma divinamente!

Lindo, lindo, lindo!

Estou seguindo!

Anônimo disse...

Nossa! Dá pau em Fernando Pessoa!

Poison-Mandy FPB disse...

Adorei o texto! Muito instigante :)

Parabéns pelo blog!

http://poisonmandyfpb.blogspot.com/

juliana disse...

Cada dia que passa os poemas, poesias e textos do blog ficam melhores. Parabéns a equipe dos Confundidos.

Anônimo disse...

Eu só retiraria o "MENTE SÃ" do final, na minha humilde opinião a palavra "SÓ" já é suficiente para encerrar o poema. É só uma impressão...

O texto tá massa!

Thayssa disse...

Muito bonito.

http://cheirodeflormanaus.blogspot.com/

Postar um comentário

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." (Michel de Montaigne)
.
Defenda sua opnião